O QUE É UM JARDIM FUNCIONAL E QUAL SUA IMPORTÂNCIA?

DE CABEÇA PRA BAIXO

FUNÇÃO E BELEZA

São tantas espécies de plantas que existem e uma mais bela que a outra, difícil escolher a que melhor se adapta para aquele cantinho todo especial, seja casa ou apartamento, plantas de sol pleno, luz difusa e meia sombra cada uma com comportamentos e necessidades diferentes, mesmo aquelas que pertencem à mesma categoria, pois existem variáveis.

Para aqueles que tem o privilégio do espaço para cultivar um belo jardim, ou mesmo para sacadas ou varandas em apartamentos, vale a pena conhecer o termo utilizado jardim funcional.

Funcional para ambos, para os que cultivam o jardim e para os visitantes de nossa fauna, não levam em conta só a parte estética, mas sim a qualidade de vida e bem estar daqueles a sua volta. O contrário a um jardim funcional é um jardim estéril, ou seja um local planejado, desenhado ou até mesmo arquitetado, mas com plantas que apenas favorecem a estética, belas, porém não contribuem para o meio em que estão inseridas, pode haver equilíbrio entre um jardim ornamental e o funcional, afinal quem não gostaria da visitas de passarinhos, borboletas em um belo jardim.

As Funções de um jardim.

Um Jardim funcional vai muito além da estética, contempla nós seres humanos e a fauna local. Podem ser temáticos produzir flores e frutos, de função pedagógica, culinária , terapêutica, medicinal e muitas outras forma de aplicação. Atualmente muito utilizado para o desenvolvimento dos centros urbanos, agregando valor não muito observado nos jardins contemporâneos. Muitas espécies de plantas contribuem de maneira significativa para a saúde e bem estar, como é o exemplo da planta cleome-hassleriana –Mussambê,  Sagittaria-Montevidensis-Aguapé-flexa e várias outras que atraem libélulas, estas trazem uma ajuda e tanto, pois são elas um dos principais predadores do mosquito Aedes Aegypt.